Acesso à informação - Brasil Acesso à informação Portal Brasil

HOME » Currculo em vigor do Curso Mdico da Faculdade de Medicina


Currculo em vigor do Curso Mdico da Faculdade de Medicina

Curso Médico | Estrutura Curricular | Objetivos Gerais | Outros Programas | Períodos | Grade Horária | Resumo das Disciplinas | Meios de Comunicação | Edital | Internato 

 


 

Origem e filosofia do atual currículo

 

Grande parte dos conceitos que deram origem ao atual currículo do Curso Médico circulam há mais de uma década na instituição e refletem a tendência mundial do ensino médico na atualidade.

No âmbito da Faculdade de Medicina, as modificações elaboradas percorreram todas as etapas de discussão e concretização das idéias em diferentes níveis, envolvendo as lideranças acadêmicas das diversas áreas de conhecimento, as coordenações didáticas, os colegiados dos departamentos, a Comissão Didática, a representação estudantil e os departamentos das várias áreas do CCS diretamente envolvidos no Curso Médico.

O processo de mudança curricular que originou o atual curso de graduação em Medicina da UFRJ teve sua primeira etapa - formalizada com a aprovação no Conselho de Ensino de Graduação (CEG), em 17 de março de 1991 - da ampliação do calendário escolar para 22 semanas e da implantação do currículo pleno, composto pelas disciplinas obrigatórias do Currículo Mínimo e das Complementares de Escolha Condicionada. A reforma curricular foi finalmente aprovada pelo Conselho Departamental e pela Congregação da Faculdade de Medicina em 7 de junho de 1994, com manifestações favoráveis dos Departamentos envolvidos e das Congregações do Instituto de Ciências Biomédicas, do Instituto de Microbiologia e do Instituto de Biologia. Em 1995 o atual currículo foi aprovado nos colegiados superiores da UFRJ e oficialmente registrado na Divisão de Registro de Estudantes.

A ampliação do calendário escolar para 22 semanas, sem acréscimo significativo no conteúdo dos programas das disciplinas obrigatórias, determinou a abertura de turnos livres na Grade Curricular a partir do segundo período do curso. O processo ensino-aprendizagem ficou facilitado permitindo adotar novas metodologias que aumentaram a participação ativa do alunado. Além disso, os alunos podem cursar Disciplinas de Escolha Condicionada de acordo com os interesses específicos de cada um, possibilitando maior flexibilização do currículo.

Esta reforma trouxe proposições concretas de maior integração entre os ciclos básico e profissional do curso médico, de flexibilização curricular, de interdisciplinaridade na geração e na transmissão do saber, de adoção de práticas pedagógicas que confiram maior autonomia e preparo científico aos estudantes, a fim de que possa haver uma futura adaptação ao desenvolvimento exponencial do conhecimento e da tecnologia.

Atualmente, o número mínimo de créditos necessários para a integralização curricular é de, 326 dos quais, 16 são de Disciplinas de Escolha Condicionada e 310 das Disciplinas Obrigatórias. Assinale-se que os estágios em Emergências não foram computados neste número de créditos.

O currículo do curso de graduação em Medicina é periodicamente avaliado e continuadamente aprimorado, adaptando-se às novas diretrizes curriculares do MEC e às modernizações da tecnologia, práticas pedagógicas e as necessidades da atenção à saúde da sociedade.

 

 


Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Janeiro
Av. Carlos Chagas Filho, 373, Edifício do Centro de Ciências da Saúde
Bloco K, 2 andar, Sala 49 - Cidade Universitária - Ilha do Fundão
Rio de Janeiro - Brasil - CEP: 21.941-902
Tel.: +55 21 3938-6708 / +55 21 2280-7793